Frete grátis nos produtos marcados

Desconto adicional de 2% em compras em quantidade

Entregamos em todo o Brasil

receba nossas ofertas

LAMITOR 100 MG CAIXA 30 COMPRIMIDOS
Preço, Indicação, Para que Serve e Composição

ver produtos semelhantes a Lamitor

LAMITOR

compartilhe

Saiba pra que serve o produto Lamitor 100 mg caixa 30 comprimidos da Torrent Do Brasil e todas as suas principais indicações. Leia a bula completa e saiba pra que serve este e como ele funciona nos casos de antiepiléptico.

Lamitor 100 mg caixa 30 comprimidos -  Torrent Do Brasil

de R$ 52,12

por R$ 49,51

em 6x R$ 8,25 no cartão de crédito**

Venda Restrita

Por determinação da Anvisa este medicamento não pode ser comercializado pela internet. Para maiores informações entre em contato com nosso televendas: 11 3978-4007

  • 1x R$ 49,51
  • 4x** Consulte
  • 2x R$ 24,76
  • 5x** Consulte
  • 3x R$ 16,50
  • 6x** Consulte

**Juros da Administradora. Consulte a mesma para saber a taxa de juros aplicada.

simule os fretes disponíveis para sua região

Lamitor 100 mg caixa 30 comprimidos -  Torrent Do Brasil
entregamos em todo Brasil
ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PREESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
  • bula

Lamitor

Lamotrigina

Uso adulto

Indicações - Lamitor
Adultos e crianças a partir de 12 anos: LAMITOR é uma droga antiepiléptica indicada, como adjuvante ou em monoterapia, para o tratamento de crises convulsivas parciais e crises generalizadas, incluindo as crises tonicoclônicas e as crises associadas com a síndrome1 de Lennox- Gastaut.

Contra-indicações - Lamitor

Indivíduos com conhecida hipersensibilidade à lamotrigina.

Precauções - Lamitor
Existem relatos de reações adversas dermatológicas que, geralmente, têm ocorrido nas primeiras oito semanas após o início do tratamento; a maioria é leve e autolimitada. Exantemas graves e potencialmente ameaçadores da vida, síndrome1 de Stevens- Johnson (SJS), necrólise epidérmica tóxica2 têm sido relatados. Além disso, o risco global de aparecimento de um exantema3 pode estar fortemente associado com altas doses iniciais, doses que excedam o escalonamento recomendado e/ou com o uso concomitante de valproato (ver dose). Todos os pacientes (adultos e crianças) que desenvolverem exantema3 devem ser rapidamente avaliados, e o uso de lamotrigina descontinuado. A suspensão abrupta de LAMITOR pode provocar crises de rebote. A menos que seja necessário, a dose deve sofrer redução gradual ao longo de duas semanas. Não existem dados disponíveis suficientes para avaliar a segurança do uso na gravidez4 humana. Não deve ser usado na gravidez4, a menos que, na opinião dos médicos, o benefício potencial para a mãe justifique qualquer risco possível ao desenvolvimento fetal. Há informação limitada sobre o uso de lamotrigina na lactação5. Esta substância passa pelo leite materno, 40%-60% da concentração sérica. O benefício potencial da amamentação6 deve ser considerado. Quando a mãe é tratada durante a gravidez4, existe um risco teórico de ocorrerem malformações fetais.

Interações medicamentosas - Lamitor

Os agentes antiepilépticos que induzem as enzimas hepáticas de metabolização de drogas aumentam o metabolismo7 da lamotrigina. Valproato de sódio reduz o metabolismo7 e aumenta a meia- vida média da lamotrigina em cerca de duas vezes.

Reações adversas - Lamitor
Rashes cutâneos em até 10%. Os rashes cutâneos levaram à suspensão do tratamento com lamotrigina em 2%. Raramente foram observados rashes cutâneos graves. Outras reações durante estudos incluíram: diplopia8, visão turva, tontura9, sonolência, cefaléia10, falta de firmeza de movimentos, cansaço, distúrbios gastrintestinais e irritabilidade/agressividade.

Posologia - Lamitor

Dose em monoterapia: Adultos e crianças acima de 12 anos: Dose inicial de 25 mg, uma vez ao dia, por duas semanas, seguida por 50 mg, uma vez ao dia, por duas semanas. A partir daí a dose deve ser aumentada em até o máximo de 50- 100 mg, a cada 1-2 semanas, até que uma resposta ótima seja alcançada. A dose usual de manutenção é de 100-200 mg/dia, administrados uma vez ao dia ou em duas doses fracionadas. Alguns pacientes podem necessitar de até 500 mg/dia para alcançar a resposta desejada. Devido ao risco de exantema3 (rash11), a dose inicial e o escalonamento de doses subseqüente não devem ser excedidos. Dose em terapia combinada12: Em pacientes recebendo valproato, a dose inicial de LAMITOR deve ser de 25 mg, em dias alternados, por duas semanas; seguido por 25 mg, uma vez ao dia, por duas semanas. Em seguida, a dose deve ser aumentada até um máximo de 25-50 mg, a cada 1 ou 2 semanas, até que uma resposta adequada seja alcançada. A dose usual de manutenção é de 100-200 mg/dia, administrados uma vez ao dia ou fracionados em duas tomadas. Pacientes idosos (acima de 65 anos de idade): Nenhum ajuste de dose é necessário. Insuficiência hepática13: As doses iniciais, de escalonamento e manutenção, devem ser reduzidas em aproximadamente 50%, em insuficiência hepática13 moderada (Child-Pugh grau B), 75% (Child-Pugh grau C).

Superdosagem - Lamitor
Ingestão aguda de doses de até 10 a 20 vezes a dose terapêutica máxima. Os sintomas14 incluem sonolência, ataxia15, inconsciência16 e coma17. No caso de superdose, o paciente deve ser hospitalizado para receber tratamento sintomático e de suporte apropriados. Se indicada, deve ser feita lavagem gástrica18, idealmente até 2 a 4 horas após a ingestão.

Apresentações - Lamitor

Embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg, 50 mg e 100 mg.


Venda Sob Prescrição Médica.

Só pode ser vendido com retenção de receita.

Produto de controle especial C1.

Ao persistirem os sintomas14, o médico deverá ser consultado.

Registro no M.S. 1.0525.0002.

TORRENT do Brasil Ltda.

Lamitor - Laboratório

TORRENT
Rua Flórida, 1738. Quinto andar. Cidade Monções.
São Paulo/SP - CEP: 04565-001
Tel: (11) 5501.2585
Fax: (11) 5501.2582
Site: http://www.torrent.com.br