Frete grátis nos produtos marcados

Desconto adicional de 2% em compras em quantidade

Entregamos em todo o Brasil

receba nossas ofertas

LOREMIX D 1+12 MG XPE FRASCO 60 ML
Preço, Indicação, Para que Serve e Composição

ver produtos semelhantes a Loremix D

LOREMIX D

compartilhe

Saiba pra que serve o produto Loremix d 1+12 mg xpe frasco 60 ml da Arese e todas as suas principais indicações. Leia a bula completa e saiba pra que serve este e como ele funciona nos casos de agente antialérgico.

Loremix d 1+12 mg xpe frasco 60 ml -  Arese

de R$ 28,53

por R$ 25,68

em 6x R$ 4,28 no cartão de crédito**

Produto Indisponível - Avise-me quando chegar
  • 1x R$ 25,68
  • 4x** Consulte
  • 2x R$ 12,84
  • 5x** Consulte
  • 3x R$ 8,56
  • 6x** Consulte

**Juros da Administradora. Consulte a mesma para saber a taxa de juros aplicada.

simule os fretes disponíveis para sua região

Loremix d 1+12 mg xpe frasco 60 ml -  Arese
entregamos em todo Brasil
ISTO É UM MEDICAMENTO, NÃO USE SEM PREESCRIÇÃO MÉDICA E ORIENTAÇÃO DO FARMACÊUTICO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.
  • bula

LOREMIX
Loratadina
USO ADULTO

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES - LOREMIX

Comprimidos - caixas com 12 comprimidos.Xarope - frasco com 100 ml.

COMPOSIÇÃO - LOREMIX

Comprimido - Cada comprimido comtém:
Loratadina: 10 mg
Excipiente: Celulose, Estearato de Magnésio, Gluconato Amido Sódio,
Copolímero Ácido Metacrílico, Acetona, Álcool, Talco

Xarope - Cada 5 ml contém:
Loratadina: 5 mg
Excipiente: Ácido Cítrico, Sacarose, Álcool, Glicerina, Metilparabeno,
Propilparabeno.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE - LOREMIX

A Loratadina inibe a Histamina, um dos principais agentes responsáveis pela secreção nasal e coceira dos quadros alérgicos.

CUIDADOS NA CONSERVAÇÃO:

Todo medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz e umidade entre 15 e 30°C.

Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação.

Verifique a data de fabricação no cartucho.Não use medicamentos com o prazo de validade vencido.

A Loratadina é um novo medicamento, seu uso em mulheres grávidas e amamentando está contra- indicado, pois observa-se concentrações do fármaco no leite materno. Em crianças abaixo de 2 anos sua eficiência ainda não está estabelecida, portanto, seu uso deve ser exclusivamente a critério médico.

Na suspeita de gravidez1 informe ao seu médico.
Não interromper o tratamento sem conhecimento do seu médico.

Loremix (Loratadina) é bem tolerado, porém, podem ocorrer casos de: vômitos2, náuseas3, agitação psicomotora e quadros urticariformes.
Apesar de sua seletividade periférica, a ocorrência de sonolência é rara, entretanto deve- se ter cautela ao executar atividades perigosas que exijam atenção, este efeito se intensifica com o uso concomitante de: àlcool, barbitúricos, analgésicos4 opiáceos, e neurolépticos.
Pacientes com problemas de fígado5 devem comunicar seu médico, pois, LOREMIX (Loratadina) está contra- indicado em hepatopatas graves.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIOS SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS - LOREMIX

A Loratadina é um potente anti- histamínico tricíclico com ação prolongada e seletiva para receptores H1 periféricos, porém ao contrário da maioria dos anti-histamínicos não apresenta significantes efeitos do tipo anticolinérgicos e serotônicos.

Mecanismo de ação: LOREMIX (Loratadina) age antagonizando a ação da histamina nos receptores H1 com grande seletividade para os periféricos, fazendo com que os efeitos da histamina, nos processos alérgicos como a vasodilatação e o aumento de secreções sejam minimizados.

Farmacocinética - LOREMIX
A Loratadina é rapidamente absorvida no trato gastrointestinal atingindo níveis plasmáticos máximos em 1 hora. Sua metabolização é hepática, onde é transformada em descarboetoxiloratadina, seu
principal metabólito ativo cujo pico plasmático máximo está em torno de 2,9 horas. O tempo de meia- vida plasmática da Loratadina e da
descarboetoxiloratadina é de 3,8 e de 18,7 horas, respectivamente. Sua ligação com as proteínas6 plasmáticas é alta, sendo que a Loratadina se encontra entre 97 e 99% ligada as mesmas enquanto a descarboetoxiloratadina se encontra entre 73 a 76%.

INDICAÇÕES - LOREMIX

LOREMIX (Loratadina) está indicado no alívio dos sinais7 e sintomas8 associados com a rinite9 alérgica e também para o alívio dos sinais7 e sintomas8 nos quadros urticários crônicos e outras afecções dermatológicas. Nos quadros de rinites não alérgicas e processos das vias aéreas baixas, como a asma10 brônquica, o uso da Loratadina não está indicado.

CONTRA-INDICAÇÕES - LOREMIX
LOREMIX (Loratadina) está contra- indicado em pacientes que apresentem história de hipersensibilidade a qualquer componente de sua formulação.

PRECAUÇÕES - LOREMIX

Apesar de sua especificidade aos receptores H1 periféricos,
geralmente não há sonolência no uso de Loratadina, porém, deve- se ter cautela ao medicar pacientes que exerçam atividades que exijam atenção.
Gravidez1 e lactação11: Sabe- se que a Loratadina atravessa a barreira placentária de ratos e que alcança concentrações no leite iguais as do plasma12, em 48 horas, apenas 0,0029% da dose ingerida por via oral é eliminada no leite como droga ativa. Por se tratar de um novo medicamento ainda não está estabelecido o risco que a Loratadina pode gerar ao feto, logo, o seu uso na gravidez1 e lactação11 deve ser criteriosamente avaliado pelo médico.
Infância: Ainda não está estabelecida a segurança e a eficácia da Loratadina em crianças abaixo de 2 anos desta forma o seu uso nesta faixa etária deve ser criteriosamente avaliada pelo médico.
Hepatopatas e Nefropatas: A dose de Loremix deve ser reduzida à 5 mg ao dia ou 10 mg em dias alternados em pacientes que possuam insuficiência renal13 (depuração de creatinina14 plasmática < 30 ml/min) e/ou insuficiência hepática15 grave devido a alteração de sua metabolização.

REAÇÕES ADVERSAS - LOREMIX
A Loratadina é bem tolerada pelo organismo. Em
estudos clínicos controlados, a Loratadina demosntrou ausência de efeitos sedativos ou anticolinérgicos porém, alguns efeitos colaterais poderão ser relatados, tais como: PELE = dermatites, cabelo e pele seca, urticária16, fotossensibilidade. PSIQUIÁTRICOS = depressão, agitação, insônia, amnésia, confusão, aumento do libido. SISTEMA NERVOSO17 AUTÔNOMO = salivação e lacrimejamento alterados, transpiração aumentada e impotência18.
CARDIOVASCULAR = hipotensão19, palpitação20, síncope21, taquicardia22.
GASTROINTESTINAL = náuseas3, vômitos2, flatulência, gastrite23, constipação24, anorexia25. MÚSCULO- ESQUELÉTICO = artralgia26, mialgia27. RESPIRATÓRIO = secura nasal, faringite28, dispnéia29, congestão nasal, bronco-espasmo30. URINÁRIO = descoloração da urina31 e alteração da micção. REPRODUTIVO = dismenorréia32, vaginite33.

Interações aos testes laboratoriais: Deve- se suspender por um período de 2 a 4 dias o uso da Loratadina antes de se executar qualquer teste alérgico como provas cutâneas, pois, a resposta das mesmas podem estar diminuídas ou até mesmo abolidas.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS - LOREMIX

Observa- se um aumento dos níveis plasmáticos de Loratadina em uso concomitante de Eritromicina, Cetoconazol e Cimetidina, entretanto, sem clínica presente. O uso de álcool concomitante com
a Loratadina pode intensificar um efeito sedativo.
Inibidores da MAO prolongam e intensificam os efeitos dos anti- histamínicos, podendo ocorrer elevação da pressão arterial, inclusive crises hipertensivas.

POSOLOGIA: - LOREMIX
ADULTOS E CRIANÇAS ACIMA DE 12 ANOS
Comprimidos 1 Comp. 1x ao dia
Xarope 10 ml 1x ao dia
CRIANÇAS ACIMA DE 2 ANOS
(PESO MAIOR DE 30 KG)
Comprimidos 1 Comp. 1x ao dia
Xarope 10 ml 1x ao dia
CRIANÇAS ACIMA DE 2 ANOS
(PESO MENOR QUE 30 KG)
Xarope 5 ml 1x ao dia


CONDUTA NA SUPERDOSAGEM: - LOREMIX

Não foram observadas sintomatologias relevantes em pacientes que ingeriram até 160 mg de Loratadina, mas sintomas8 como sonolência, sedação, insônia, apnéia34, taquicardia22 e mesmo convulsão35 podem ocorrer. Como ainda não está estabelecido o risco nem a dose na superdosagem, aconselha- se o encaminhamento a centros de controle de intoxicações onde deve-se proceder com o esvaziamento gástrico, por lavagem ou provocando o vômito36, quando o paciente estiver consciente. Deve-se preservar os parâmetros cardio-respiratórios com uso de drogas vasoativas e em caso de convulsões está indicado o uso de benzodiazepínico. A depuração da Loratadina por métodos de diálise37 não é significativa.

Pacientes acima de 65 anos: Não há contra- indicação ao uso da Loratadina em pacientes idosos desde que sua função hepato-renal38 esteja preservada.

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É UM NOVO MEDICAMENTO E, EMBORA AS PESQUISAS REALIZADAS TENHAM INDICADO EFICÁCIA E SEGURANÇA QUANDO CORRETAMENTE INDICADO, PODEM OCORRER REAÇÕES ADVERSAS IMPREVISÍVEIS AINDA NÃO DESCRITAS OU CONHECIDAS. EM CASO DE SUSPEITA DE REAÇÕES ADVERSAS O MÉDICO RESPONSÁVEL DEVE SER NOTIFICADO.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

LOREMIX - Laboratório

ATIVUS
Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro
Valinhos/SP - CEP: 13270-000
Tel: (19) 3849 8600
Site: http://www.ativus.com.br/